Tribaltech apresentará sound system desenvolvido por ex-engenheiro da NASA

Com avançadas tecnologias de acústica e engenharia sonora, o Pure Groove chegou ao Brasil e tem em Curitiba seu primeiro grande festival
Publicado em: 07/10/2015 - 18:58 | Atualizado em: 02/06/2017 - 00:16

Além dos line-ups ousados, a Tribaltech sempre foi referência em inovação tecnológica, tendo sido uma das primeiras a apresentar itens que se tornaram praxe nas festas brasileiras em seguida, como o Laser Beam Factory e o sistema de som Funktion-One. Neste ano ela será a primeira grande open air brasileira a utilizar o Pure Groove, uma das maiores novidades em termos de sonorização, que há um ano está ganhando o mundo e chega agora ao nosso país.

No último mês a Synergy Audio, empresa criada por dois brasileiros apaixonados por áudio e música eletrônica que passaram os últimos anos estudando e atuando em New York, teve seu nascimento em solo nacional. Em seu tempo nos Estados Unidos, Lucas Graczyki e Felipe Linares conheceram a Danley Sound Labs através de Luis Miolaro, terceiro membro que atua em Los Angeles. A DSL é uma empresa de audio fundada pelo ex-engenheiro da NASA Tom Danley, que será representada com exclusividade nacional pela Synergy Audio. Ela detém a patente de diversos sistemas inovadores de sonorização, sendo a linha Pure Groove voltada para grandes eventos de entretenimento, como raves e festivais.

Quem é o cara?

Tom Danley é o tipo de pessoa que poderia facilmente ser classificada como nerd genial. Filho de um inventor da área automobilística, ele passou sua infância aprendendo na prática conceitos de física e mecânica. Apesar disso, não gostava de escola e principalmente matemática até boa parte da adolescência - ponto da vida em que percebeu que sua prática seria limitada sem um farto conhecimento teórico. Depois de algumas experiências como sound designer e engenheiro eletrônico, em 1979 ele entrou para a Intersonics, empresa que atende a NASA, trabalhando lá com diversos projetos envolvendo engenharia sonora como: foguetes de sondagem, aeronaves de gravidade zero, programas de ônibus espaciais. Seu trabalho nada convencional rapidamente chamou a atenção de Roy Whymark, presidente da empresa, que lhe deu a oportunidade de abrir uma empresa de sistemas de som grandes como uma divisão da Intersonics.

Foi neste projeto que Tom lançou o ServoDrive, um dos melhores sistemas dos anos 80, que atendeu a shows de Michael Jackson, U2, entre diversas outras bandas. Apesar de gerar grandes lucros para a Intersonics, ele não era muito popular dentro da empresa, principalmente pelo perfil de clientes que Danley trazia para dentro dos corredores da NASA, como por exemplo a banda Manowar. “Eles estavam em suas roupas de rock n’ roll e os caras da NASA literalmente grudaram as costas na parede para que eles pudessem passar. Foi clássico, mas eu sabia que não ir mais além”. Com o desastre da Challenger em 1986 a concorrência começou a tomar o espaço da Intersonics na estatal americana, o que acarretou em sequenciais cortes de orçamento e pessoal. Somando a morte do seu pai e o fim do seu casamento, Tom entrou na década de 90 precisando se reinventar. Foi aí que ele entrou para a Sound Physics Labs, em Chicago, e conheceu o proprietário Mike Hedden. Em pouco tempo eles se uniram para formar a DSL (Danley Sound Labs), empresa que atualmente detém as patentes que tornam o Pure Groove único.

O que o “som da NASA” tem de tão especial?

Atualmente a DSL possui 17 patentes de alto-falantes, entre elas a Tapped Horn, a Paraline, a Shaded Lens Technology e a Synergy Horn, que é a base principal de toda a linha. No passado as cornetas caíram em desuso, não por propriamente serem sonoramente ruins, mas porque ninguém conseguia achar uma forma de criar um modelo funcional para esta tecnologia. Com a invenção de Danley, é possível incluir múltiplos drivers de diferentes bandas e frequência em um único horn, fazendo com que apenas um único alto-falante potente e preciso atenda à demanda de volume e qualidade dentro de sua área de cobertura, sem distorções. Para as frequências baixas a base é a tecnologia Tapped Horn, a evolução do clássico ServoDrive dos anos 80.

Mundialmente falando o Pure Groove está no mercado há pouco mais de um ano e está em franca ascenção, ganhando a confiança de grandes nomes da cena global e colocando a concorrência em estado de alerta. Só para citar algumas das festas que já utilizaram o Pure Groove: Lost In a Moment, Cocoon, Bedrock, Get Lost, Paradise, Crosstown Rebels e Miami Music Week. No próximo final de semana ele será o responsável por garantir que todos nós possamos ouvir com volume e clareza as belas obras que serão criadas por nomes como Derrick Carter, Mathew Jonson e Roman Flugel, no palco que sábado será assinado pelo Club Vibe, domingo pelo D-Edge.

Deixe seu comentário